Projeto Contexto promove formação para Criação de Células de Mediação de Conflitos nas Escolas em 22 municípios do interior do Estado

Projeto Contexto/ agosto 20, 2018/ Sem categoria/ 0 comments

“Contando com a parceria da Secretaria de Educação do Estado Ceará e dos municípios parceiros, Ministério Público e Vice-Governadoria do Estado do Ceará, as formações serão a base para a criação das Células de Mediação Escolar em 22 municípios do Estado”
 
Uma ação coletiva e de união de esforços para a redução dos impactos da violência no ambiente das escolas públicas municipais, urbanas e rurais! O Projeto Contexto – Plataforma Educação Marco Zero, em parceria com a Secretaria de Educação do Estado do Ceará e dos municípios parceiros, o Ministério Público e a Vice-governadoria do Estado do Ceará, começa em agosto a primeira etapa das formações para a criação das Células de Mediação Escolar nos 22 municípios de atuação do projeto.
 
A iniciativa, representa o primeiro passo para concretizar o compromisso firmado através do Acordo de Cooperação Técnica assinado pelos gestores públicos dos 22 municípios, durante o “II Encontro da Educação Emancipadora & Cultura de Paz”, promovido em junho deste ano. Na ocasião, os representantes manifestaram apoio para a criação das células, com participação efetiva da gestão pública municipal e representação de técnicos das secretarias de educação como membro desse grupo que será formado em todos os municípios participantes.
 
Nessa parceria, a responsabilidade em promover as capacitações, será da Pastoral do Menor Regional NE 1, integrante da Plataforma Educação Marco Zero, que executa o Projeto Contexto em 04 territórios abrangendo esses municípios. Somente no primeiro ano de atuação, o projeto conseguiu alcançar 134 escolas da rede pública municipal, e mais de 1500 professores envolvidos nas atividades. O Projeto Contexto, é uma iniciativa co-financiada pela União Europeia, composta por uma Plataforma com organizações nacionais e internacionais com vasta experiência nos campos social, ambiental e educacional: We World ONLUS Itália, We World Brasil, ACACE (Associação de Cooperação Agrícola do Estado do Ceará), Cáritas Diocesana de Crateús, Escola Família Agrícola Dom Fragoso, ESPLAR – Centro de pesquisa e assessoria, Instituto Maria da Penha e Pastoral do Menor Nordeste I.
 
Segundo o Coordenador do Projeto Contexto, Rosângelo Marcelino, a proposta de trabalhar a temática de Mediação de Conflitos e Práticas Restaurativas dentro das escolas públicas, já estava prevista como formação para os educadores, mas a partir do fortalecimento conquistado junto aos órgãos parceiros, as ações serão mais abrangentes e com apoio importante das secretarias de educação municipais para darem continuidade e seguirem acompanhando o que será visto durante as formações.
 
“Essa parceria será muito importante para o alcance em todas as escolas desses 22 municípios, inicialmente as formações seriam apenas com as escolas que já estamos atuando, agora, teremos a secretaria de educação junto das atividades, possibilitando o alcance de 100% das escolas municipais de toda essa região, será um avanço muito significativo, só vem agregar as nossas ações e trazer possibilidades reais de êxito nessa iniciativa da Cultura de Paz dentro do ambiente escolar”, ressalta o Coordenador.
 
A formação está sendo promovida num trabalho de fortalecimento junto aos órgãos parceiros, e em sinergia com o “Projeto Mediação Escolar”, do Ministério Público do Estado do Ceará, Vice-Governadoria do Estado do Ceará e Secretaria de Educação do Estado do Ceará, que desde o ano passado também vem proporcionando formações em 22 municípios que assinaram o mesmo Termo de Cooperação que foi apresentado aos municípios de atuação do Projeto Contexto. Com essa ação conjunta, a expectativa é de expandir a proposta de uma gestão positiva dos conflitos e que permita a prevenção da violência nas escolas.
 
 
CALENDÁRIO DAS FORMAÇÕES
 
Dividida em duas turmas, a primeira etapa de formações acontece entre os dias 27 e 31 de março, com representantes dos municípios de Boa Viagem, Madalena, Quixeramobim, Dep. Irapuan Pinheiro, Solonópole, Mombaça, Piquet Carneiro e Milhã. A segunda turma recebe a formação entre os dias 17 e 21 de setembro, com representantes dos municípios de Tamboril, Monsenhor Tabosa, Ipaporanga, Independência, Ararendá, Ipueiras, Novo Oriente, Nova Russas, Poranga, Quiterianópolis, Crateús, Tauá.
 
Com um conteúdo que incorpora 60 horas de capacitação, sendo 40h presenciais com o embasamento teórico da metodologia e mais 20h de atividades práticas, os membros escolhidos para formarem o Grupo de Trabalho das células, receberão o certificado após participarem de todas as etapas da formação, incluindo a avaliação e monitoramento que será realizado um mês após a participação das atividades presenciais.
 
Para Aurilene Vidal, uma das Coordenadoras da Pastoral do Menor Regional NE 1, é fundamental que os participantes estejam abertos para entenderem o processo de mudança a partir da metodologia dos círculos de paz e as práticas restaurativas. “É muito importante que o educador esteja aberto para esse processo de aprendizagem, ele precisa se despir dos seus preconceitos, nós vamos trabalhar o respeito ao outro, os ciclos trabalham numa lógica horizontal, a ideia é que todos tenham o mesmo direito dentro desse ciclo, eles vão receber um Guia do Facilitador, com um conteúdo que abrange desde o conceito desses ciclos, até os métodos para criar ciclos de prevenção e também de resolução de conflitos dentro das escolas”,  ressalta Aurilene.
 
 
SERVIÇO
 
FORMAÇÃO “MEDIAÇÃO DE CONFLITOS E PRÁTICAS RESTAURATIVAS”
 
1º TURMA
Data: 27 a 31 de agosto
Horário: 08h às 17h
Municípios participantes: Boa Viagem, Madalena, Quixeramobim, Dep. Irapuan Pinheiro, Solonópole, Mombaça, Piquet Carneiro, Milhã.
 
2º TURMA
Data: 17 a 21 de setembro
Horário: 08h às 17h
Municípios participantes: Tamboril, Monsenhor Tabosa, Ipaporanga, Independência, Ararendá, Ipueiras, Novo Oriente, Nova Russas, Poranga, Quiterianópolis, Crateús, Tauá.
 
Local: Casa de Retiro e Pousada Nossa Senhora Estrela do Mar, Rua do Farol – Mundaú, Trairi/CE.
 
Mais informações para a imprensa:
Gabriela Martins – Assessora de Comunicação
Telefone: (85) 9 99227266
Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*