Projeto Contexto: Culminâncias de 134 escolas do sertão exaltam a importância das sementes, ecossistema e família

Projeto Contexto/ novembro 15, 2018/ Destaques/ 0 comments

 

O momento tão esperado pela comunidade escolar, mostrou com muita criatividade, as diversas abordagens acerca dos temas e provocou orgulho no público presente. As culminâncias do terceiro ciclo de atividades das formações do Projeto Contexto: Educação, Gênero, Emancipação, vem acontecendo desde o mês de novembro com várias apresentações, em espaço aberto ao público.

São linguagens científicas, culturais e artísticas que trazem exposições temáticas, música, dança, canto, artesanato e espaços culturais desenvolvidos de forma integrada entre educadores, estudantes e a comunidade local. A iniciativa, co-financiada pela União Europeia e a ONG We World Onlus, tem como realizadores, uma plataforma composta por organizações com vasta experiência no campo social e educacional, são elas: We World, ACACE, Cáritas Diocesana de Crateús, EFA Dom Fragoso, ESPLAR, Instituto Maria da Penha e Pastoral do Menor NE1.

As culminâncias vem emocionando a todos que vão conferir de perto os trabalhos realizados em sala e, em campo, ressaltando a importância da educação contextualizada. As escolas do sertão central abordaram o tema sementes, enquanto os municípios de Tamboril, Quiterianopoles, e Ipaporanga, três dos quatro municípios que já possuem a educação contextualizada de forma universalizada como política pública, exploraram os temas “Família e Ecossistema”.

Segundo Paulo César Andrade, coordenador técnico do projeto Contexto pela Cáritas Diocesana de Crateús, as culminâncias são momentos extraordinários de celebração e vivência de processos de aprendizagem significativa: “Tratam-se de momentos encantadores onde escolas e comunidades se encontram para uma riquíssima e fértil partilha de conhecimentos. Por todos os lugares onde o projeto Contexto” esteve presente, em cada escola, em cada comunidade, ele conseguiu deixar boas inspirações. As escolas realizaram culminâncias belíssimas. Em cada uma delas era visível a empolgação e protagonismo dos alunos/as quando apresentavam suas produções. A presença orgulhosa de pais, a dedicação dos professores/as e o saboroso “gosto” de uma educação inclusiva, contextualizada e dialogando com a realidade das pessoas em sua própria localidade”, explica o coordenador de projeto sociais.

Monica Bonadiman, coordenadora da We World Brasil, participou de duas culminâncias, uma em Pedra Branca e outra em Deputado Irapuan Pinheiro. Para ela, as duas experiências foram muito além das expectativas “Foi muito emocionante ver o envolvimento das crianças, dos jovens, dos professores/as, diretores, funcionários da escola e dos pais. A temática semente ajudou muito entender o contexto onde as escolas estão situadas e trazer reflexões sobre vários âmbitos, da alimentação saudável aos trabalhos mais antigos das comunidades, das ciências até as reflexões mais políticas sobre sementes crioulas versus sementes estéreis produzidas pelas multinacionais. As culminâncias são a demonstração clara e gritante de que a educação contextualizada traz mudanças e reflexões profundas. Ajuda no desenvolvimento humano não só das crianças, mas da comunidade escolar como um todo, forma seres que sabem interpretar e valorizar o contexto. É muito satisfatório fazer parte dessa construção, desse sonho coletivo e ter a confirmação que estamos no caminho certo”, comemora Monica.

O Projeto Contexto: Educação, Gênero, Emancipação conta com participação de escolas em 20 municípios do sertão cearense, são eles: Ipaporanga, Tamboril, Quiterianópolis, Nova Russas, Ararendá, Boa Viagem, Crateús, Dep. Irapuan Pinheiro, Ipueiras, Madalena, Milhã, Mombaça, Novo Oriente, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Poranga, Quixeramobim, Senador Pompeu, Solonópole e Tauá.

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*