Cerimônia faz entrega de certificação para facilitadores de Justiça Restaurativa & Círculo de Paz e Mediação Escolar

Projeto Contexto/ julho 5, 2019/ Sem categoria/ 0 comments

 

Uma manhã de descontração, alegria e reencontros. Assim foi o clima da solenidade que certificou cerca de sessenta pessoas no auditório da Procuradoria Geral da Justiça, no dia 04 de Julho, com o título de facilitadoras/es de Justiça Restaurativa & Círculo de Paz e Mediação Escolar.

A programação começou com um breve café da manhã de boas-vindas e em seguida deu-se início ao cerimonial com a composição da mesa de abertura. Para isso, foram convidados: o Procurador Geral da Justiça do Estado do Ceará, Plácido Barroso Rios; a coordenadora de Educação e Promoção Social da Secretaria de Educação do Estado (Seduc), Oderlânia Leite, representando a secretária de Educação do Estado, Eliana Nunes Estrela; a assessora do Gabinete da Vice Governadoria do Estado, Érika Chaves, representando a vice-governadora Izolda Cela; a coordenadora da We World Brasil, Mônica Bonadiman; bem como os promotores de Justiça Hugo Mendonça e Elizabeth Almeida, respectivamente, coordenador e coordenadora auxiliar do Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude e Educação (Caopije).

Cada um comentou sobre a satisfação de estarem envolvidos em uma iniciativa que acredita na educação emancipadora e propagadora da paz. “É muito bom após um ano do encontro lá de Novo Oriente nos encontrarmos aqui cumprindo aquilo que nos propusemos. Acreditamos nas práticas pedagógicas que escolhem a paz e o diálogo como orientadores, e esse é o nosso compromisso. Quero aproveitar e agradecer também nossas parcerias que foram fundamentais para que o dia de hoje fosse possível”, declarou a diretora da Ong We World Brasil.

Desfeita a mesa, a técnica da Pastoral do Menor NE1, Aurilene Vidal, conduziu a apresentação da experiência realizada no município de Trairí narrando o início do trabalho, os principais desafios e conquistas nas escolas. Um dos destaques, foi a participação da estudante Milania Vitoria Avelar, que provocou o público adulto a refletir “A gente se sente muitas vezes sozinho na escola. Mesmo com os amigos e tudo mais, a gente conversa pouco sobre o que sente, por vergonha e outras coisas. Quando chegamos em casa nossos pais estão sempre ocupados pra nos ouvir, então foi muito importante alguém chegar e nos escutar, ajudar a entender nossas questões e problemas. Mudou muito como era há um tempo atrás”, contou a aluna.

Após o relato, a professora dos cursos, Nádia Maria Gomes também fez sua fala de agradecimento e posteriormente o coordenador do Caopije, Hugo Mendonça, fez um breve pronunciamento sobre a atual situação da Educação no país.

Chegado o momento principal, foi a hora da entrega dos certificados. Com essa certificação, os técnicos já estão preparados para trabalhar junto aos professores das escolas das suas respectivas cidades, de forma a multiplicar a filosofia da justiça restaurativa e da cultura de paz, na prevenção da violência no ambiente escolar.

Participaram do evento membros, servidores e colaboradores do MPCE; prefeitos; secretários estaduais; secretários municipais; técnicos e técnicas da Secretaria de Educação e das Células de Mediação Escolar e demais convidados. A atividade foi promovida em sinergia com o “Projeto Mediação Escolar” do MPCE, com a Vice Governadoria do Estado do Ceará e a Seduc, que são parceiros dessa iniciativa junto com as organizações que compõem a Plataforma Educação Marco Zero, realizadoras do Projeto Contexto: Educação, Gênero, Emancipação, uma ação cofinanciada pela União Europeia.

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*